Antônio Mendonça de Barros

Publicado 21/03/2014 por lcs2308

  Antônio Mendonça de Barros, nasceu em Pouso Alegre, MG, em 15 de maio de 1909. Foi escritor,  jornalista, advogado e político.

Filho do jornalista e industrial, Archimínio de Barros, falecido em 20 de agosto de 1940 e Ricardina Mendonça de Barros.

Seus pais, Ricardina e Archimínio Mendonça de Barros.

Seus pais, Ricardina e Archimínio Mendonça de Barros. Acervo da família Mendonça de Barros.

      Neto de:  Antonio Francisco Furtado de Mendonça Filho e Ernestina D. Barros Mendonça;

 

Veio aos 5 anos, em 1914 para está cidade, na companhia de seus pais, Ricardina e Archimínio Mendonça de Barros e irmãos. Foi aluno do Colégio Culto à Ciência. Bacharelou-se em Ciências e Letras em 1928, mudando-se em seguida para São Paulo para cursar Direito, em 1933. Nesse meio tempo, para custear seus estudos, trabalhou como professor, além de atuar como  revisor, repórter e cronista em jornais como Diário do Povo, de Campinas, e Diário da Noite, Diário de São Paulo e Folha da Tarde, de São Paulo. Como cronista, escrevia sob o pseudônimo de “Simplício da Saudade”.

 

Ricardina, Archimínio e os filhos:  José, Lourdes, Geraldo,  Antônio e Leovigildo..jpg

Ricardina, Archimínio e os filhos: José, Lourdes, Geraldo, Antônio e Leovigildo. Acervo da família Mendonça de Barros.

   Seu pai foi redator-proprietário do Jornal “Cidade de Limeira”

Voltando a Campinas, abriu um escritório de advocacia, sendo pouco tempo depois nomeado Juiz de Paz. Em 1936, elegeu-se vereador por Campinas, pelo Partido Constitucionalista.

Foi advogado do Sindicato da Companhia Mogyana de Estradas de Ferro (1935-1943) e da Caixa dos Ferroviários (fundo de pensão dos ferroviários), dessa mesma companhia (1937-1939), ambos os cargos sem remuneração, tendo se tornado procurador efetivo dessa última instituição. Foi também diretor da Maternidade de Campinas e presidente do Centro de Ciências, Letras e Artes de Campinas.

Eleito prefeito de Campinas, para o período de 1952-1955, que alcançou 15.5000 votos, contra 15.126 dados ao Dr. Renato Henry. Durante o seu mandato, ocorreu a emancipação do município de Sumaré, então distrito de Campinas.

 

  Antonio M. Barros

 

Casou-se em primeiras núpcias com Adiles Ladeira de Barros, falecida em 27 de abril de 1936, aos 22 anos, natural de Jundiaí, filha de Joaquim Antonio Ladeira e Maria do Carmo Ladeira;

Casou-se em segundas núpcias com a Sra. Maria Antonina Cintra Mendonça , natural de Amparo, filha do Coronel Alonso Dantas Pereira e Elmira Araújo Cintra Pereira, falecida em março de 1971.

Deste matrimônio nasceu: Maria Lúcia (Ucha), Maria Regina e Fernando Antônio Mendonça de Barros.

Irmão de: * Dr. Leovigildo, casado com Nízia Maurício;

* José, casado com Miriam de Almeida;

* Geraldo, casado com Sara Salvucci, filha de Jeremias Salvucci e Isabel Sanches Salvucci;

*  Maria de Lourdes;

*  Ernestina – Antônio Rodrigues de Campos;

*  Tarcísio;

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: