Bosque dos Jequitibás

Publicado 04/07/2014 por lcs2308

Até o final do século XIX, toda a região onde hoje está o Bosque era denominada “Campo das Caneleiras” e pertencia a Francisco Bueno de Miranda(Bueninho). Em 1880, ele resolveu tornar o lugar um ponto de recreio da população. O arquiteto Ramos de Azevedo realizou um projeto que deu à área o conceito de jardim inglês, que havia sido feito alguns antes no Jardim Público(atual Centro de Convivência), acrescentando ao bosque um chalé, um restaurante, entre outras construções.

Em 1915, o Bosque foi adquirido pela Prefeitura. Nas décadas seguintes, foi feito projetos paisagísticos e urbanísticos de Anhaia Melo e Prestes Maia vieram aprimorar o conceito do Bosque e inseri-lo no contexto de desenvolvimento vivido pela cidade.

Reconhecimentos oficiais

O Bosque dos Jequitibás foi tombado pelo CONDEPHAAT em 1970; sendo que em 1993 o CONDEPACC (Conselho de Defesa do Patrimônio Artístico e Cultural de Campinas) tombou sua área envoltória, através da proibição da construção de edificações com mais de dois pavimentos, em um raio de 100 m. E, em 1995 foi obtido o reconhecimento de seu zoológico por parte do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente).

Atrações dentro do Bosque

Endereço

Rua Coronel Quirino, 2, Bosque.

Bosque dos Jequitibás.

 

Bosque dos Jequitibás. Foto João Balan.

Bosque dos Jequitibás. Foto: João Balan.

 

Bosque dos Jequitibás - 1953

Bosque dos Jequitibás, em 1953

 

Bosque

 

Bosque Jequitibás - década de 1950

Bosque Jequitibás – década de 1950

 

 

Bosque dos Jequitibás

 

Bosque dos Jequitibás, em 1958

 

Bosque dos Jequitibás, em 1940 - restaurante

 

 

Bosque dos Jequitibás, 1982. Acervo José Luís Ferreira

Bosque dos Jequitibás, 1982. Acervo José Luís Ferreira.

 

 

Bosque dos Jequitibás - 1957

Bosque dos Jequitibás, 1957.

 

 

Bosque dos Jequitibás - 1930

Bosque dos Jequitibás, 1930.

 

Bosque dos Jequitibás, em 1928. Almoço de confraternização dos farmacêuticos de Campinas e região. Acervo 'Luís Eduardo Salvucci Rodrigues'.

Bosque dos Jequitibás, em 1928. Almoço de confraternização dos farmacêuticos de Campinas e região. Acervo ‘Luís Eduardo Salvucci Rodrigues’.

 

 

Entrada do Bosque dos Jequitibás, em 1938.  Acervo 'Alonso Lino de Farias'.

Entrada do Bosque dos Jequitibás, em 1938. Acervo ‘Alonso Lino de Farias’.

 

 

Casal visitando o Bosque dos Jequitibás, em dezembro de 1948. Acervo 'Alonso Lino de Farias'.

Casal visitando o Bosque dos Jequitibás, em dezembro de 1948. Acervo ‘Alonso Lino de Farias’.

 

 

Entrada do Bosque dos Jequitibás, em 1938. Transportadora Vieira. Acervo 'Alonso Lino de Farias.'

Entrada do Bosque dos Jequitibás, em 1938. Transportadora Vieira. Acervo ‘Alonso Lino de Farias.’

 

 

Bosque dos Jequitibás, em 23.06.1940. Acervo Elder Johnson.

Bosque dos Jequitibás, em 23.06.1940. Acervo Elder Johnson.

 

 

Renato Prado, no Bosque dos Jequitibás, em 1956..jpg

Renato Prado, no Bosque dos Jequitibás, em 1956..

 

Bosque dos Jequitibás, em 1917

Chouffer’s de Henrique Hüsemann, em 1917. Acervo “Washington Marcondes Ferreira Neto”.

 

 

Bosque dos Jequitibás (2)

Anúncios

Um comentário em “Bosque dos Jequitibás

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: