Carlos Zara

Publicado 08/11/2014 por lcs2308

Antônio Carlos Zarattini, nasceu nesta cidade, no dia 14.02.1930. Filho dos Srs. Ricardo Zarattini e Annita Torrezan Zarattini, filhos de imigrantes italianos.

 

G.E. Francisco Glycério, em 1938.

Iniciou os estudos, na Escola Estadual “Francisco Glycério”, na Avenida Dr. Moraes Salles, concluindo no Colégio Estadual “Culto à Ciência”.

 

Certificado do Colégio Culto à Ciência, 1946. Assinado por Anníbal Freitas e Antônio David Vicente.

Certificado do Colégio Culto à Ciência, 1946. Assinado por Anníbal Freitas e Antônio David Vicente.

 

Culto à Ciência, alunos na Fazenda Santa Elisa no dia 26.08.1946.  Acervo

Culto à Ciência, alunos na Fazenda Santa Elisa no dia 26.08.1946.
Acervo “Carlos Francisco de Paula Neto”.

 

 

Culto à Ciência, alunos no dia 19. nov. de 1945.  Acervo

Culto à Ciência, alunos no dia 19. nov. de 1945.
Acervo “Carlos Francisco de Paula Neto”.

 

 

Culto à Ciência, alunos no dia 19.11.1946.   Acervo

Culto à Ciência, alunos no dia 19.11.1946.
Acervo “Carlos Francisco de Paula Neto”.

 

Chegou a estudar piano por oito anos, participando de diversos recitais no Teatro Municipal Carlos Gomes.

Mudou-se, em 1948 para a capital,  aos 18 anos para estudar Engenharia, na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), onde se formou. Ainda na faculdade, participou do Grupo de Teatro da Poli, onde também batia uma bola.

globo__Carlos Zara2-Mulher_NR-1997__gallefull

Mulher, 1997

 

Estreou profissionalmente como ator na peça Fora da Barra, ao lado de Eni Autran, irmã do ator Paulo Autran. Em seguida, conheceu os principais atores da época, como Sergio Cardoso, Cacilda Becker, Ziembinski e Adolfo Celli. Atuou no Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), participando de montagens como Panorama Visto da Ponte e Chá e Simpatia.

 

Direito de Amar

Direito de Amar

 

Fez sua estreia na televisão ainda década de 1950, na TV Record e na TV Tupi, onde participou dos dois principais teleteatros da época, o Teleteatro Record e o Grande Teatro Tupi. Na Tupi, encenou e dirigiu diversas adaptações de peças clássicas. Nos anos 1960, trabalhou também na TV Excelsior, onde viveu alguns dos seus principais papéis, como o capitão Rodrigo Cambará, na versão de O Tempo e o Vento produzida pela emissora em 1967.

 

globo__Sassaricando-GM0000678 -Paulo Autran e Carlos Zara em Sassaricando_ 1988__gallefull

Sassaricando

 

De volta à TV Tupi, dirigiu diversas novelas escritas pela autora Ivani Ribeiro que tiveram grande sucesso e se tornaram clássicos da teledramaturgia. Uma delas foi a primeira versão de Mulheres de Areia (1973), da qual participou também como ator. A história das gêmeas Ruth e Raquel era protagonizada pela atriz Eva Wilma, com quem Carlos Zara se casou, em 1977.

Estreou na Globo no final da década de 1970, dando vida ao mau-caráter César Reis na novela Pai Herói (1979), de Janete Clair. Na trama, seu personagem era casado com Carina (Elizabeth Savala), a quem maltratava, e rivalizava com o protagonista André (Tony Ramos).

Na década de 1980, esteve no elenco de importantes produções da teledramaturgia da Globo, como as novelas Baila Comigo (1981), de Manoel Carlos, na qual interpretou o Caio Fernandes, e Guerra dos Sexos (1983), de Silvio de Abreu, na qual viveu o Vitório Leme. Participou também de Direito de Amar (1987), de Walther Negrão e Alcides Nogueira, quando viveu o Jorge Ramos, rival de Francisco de Monserrat, interpretado por Carlos Vereza.

Além do trabalho em novelas, Carlos Zara atuou em duas minisséries da Globo: Anos Rebeldes (1992), de Gilberto Braga, interpretando o Queiroz, e A Madona de Cedro (1994), adaptada por Walther Negrão do romance de Antônio Callado, na qual viveu o Juvenal. Atuou, ainda, em dois episódios do interativo Você Decide: A Louca (1992) e Educação Sentimental (1994), ambos com argumento de Geraldo Carneiro.

Seu último trabalho em televisão foi no seriado Mulher (1997), protagonizado pelas atrizes Eva Wilma e Patrícia Pillar. O ator integrava o elenco fixo do seriado, no papel do médico Otávio. Naquele ano, atuou também na novela Por Amor (1997), de Manoel Carlos, fazendo uma participação especial.

De sua carreira no teatro, destacam-se as participações em montagens célebres como a de Hamlet, de Shakespeare, em 1956, e a de Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues, em 1958. Também trabalhou no cinema, atuando em filmes como Pra Frente, Brasil (1982), de Maurício Farias, e Lamarca (1994), de Sergio Resende.

 

Escultura de seu avô, no Cemitério da Saudade, em Campinas.

Escultura de seu avô, no Cemitério da Saudade, em Campinas.

 

 

Cemitério da Saudade, em Campinas.

Cemitério da Saudade, em Campinas.

 

Morreu aos 72 anos, no dia 11.12.2002, em decorrência de falência múltipla de órgãos e insuficiência respiratória provocadas por um câncer de esôfago, após passar cinco dias internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ele estava sob os cuidados dos médicos Drauzio Varella e Wagner Ibraim Pereira. O câncer, descoberto em agosto de 2001, estava sendo tratado com sessões de radioterapia e quimioterapia. Casado durante 23 anos com a atriz Eva Wilma. Teve um fliho: Carlos Eduardo D’ângelo Zarattini, fruto do casamento do Maria Amália D’ângelo.

 

Insira uma legenda

 

 Referências:
  1. Memória Globo
  2.  Carlos Zara é homenageado em Campinas com nome de praça no bairro Ponte Preta  SP Virtual (20 de dezembro de 2007). Visitado em 08.11.2014.
Anúncios

3 comentários em “Carlos Zara

  • Bela homenagem a esse ilustre cidadão campineiro.Mas tem duas falhas: Ele não teve filho com a atriz Eva Wilma e o nome do filho dele é Carlos Eduardo D’ângelo Zarattini,fruto de seu segundo casamento com Maria Amália D’ângelo(que não é do meio artístico).

    Curtido por 1 pessoa

  • Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s

    %d blogueiros gostam disto: