Wilson Brandão Tóffano

FB_IMG_1470970844991.jpg
Com a filha Maria Helena.

Wilson Brandão Tóffano, nasceu em Jaú-SP, em 17 de março de 1919. Filho de Eduardo Tóffano e Olímpia Ferreira Brandão Tóffano.

Neto materno de Francisco Fernandes Brandão (1852-1940) e Anna Francisca Ferreira Campaña dos Anjos (1855).

 Formou-se pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, de Piracicaba e pela Faculdade de Direito da Universidade Católica de Campinas. Quando estudante, em Piracicaba era orador do Centro Acadêmico “Luiz de Queiroz”. Tinha diversos certificados de cursos de extensão universitária e conhecedor de diversos idiomas, iniciou suas atividades como professor de Aritmética e Português em sua cidade natal.

  Licenciou-se em Biologia Educacional, obtendo o primeiro lugar em concurso (1952-1953); doutor em Ciências pela Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu (1974); foi regente da cadeira de Fitopatologia e Microbiologia dessa instituição e professor de História em colégios de Campinas. Veio trabalhar com o Dr. Spencer Corrêa de Arruda, na então Seção de Fitopatologia Aplicada do Instituto Biológico, em Campinas (1947).

1954 – torna-se o presidente do “Clube dos Leões”, em Campinas.

  Foi vereador de Campinas. Em 1958, sua esposa, Noêmia Nadaletto Tóffano, morreu aos 36 anos, deixando os quatros filhos menores: Maria Helena, Maria Cristina, Wilson Júnior e Luiz Eduardo. Cabendo ao Dr. Wilson Tóffano  empenhar em criar seus filhos praticamente sozinho, num tempo onde um homem viúvo com 4 filhos não teria tempo de ser tão brilhante como ele o foi.
Casou-se em 2. núpcias com Laís Helena Lencastre Brandão Tóffano, filha do Prof. Carlos Lencastre e de Zilda Fernandes Lencastre.
Em junho de 1972, foi eleito “imortal” da Academia Campinense de Letras, sendo empossado na cadeira de número 4, chegando a ocupar a sua Presidência.
 

Autor de “Gotas de Orvalho”, escreveu poemas épicos, líricos e patrióticos.No Instituto Biológico ocupou os cargos de Diretor da Divisão de Experimentação Agrícola e Chefe da Assessoria Técnica de Programação.

  Em 1977, fez referências ao Cinquentenário da Instituição, contando a sua história, organização e programas de pesquisa. Passados sete anos (1984) e já aposentado, é solicitado a escrever um artigo em alusão ao jubileu de ouro da Revista “O Biológico”. Homem de altura, em seu sentido mais amplo, conhecia profundamente, a gloriosa história do Instituto Biológico, respeitava-a como cientista e escritor eternizava novas memórias.

Suas palavras nos levam a reflexão: “Ninguém caminhará seguro nos dias de amanhã, se não guardar bem os dias de hoje e os que passaram. Assim como as torres do que há de vir estão fixadas no que está, as torres do que está se escoram nas bases do que ficou.

 Povo que não sabe olhar para trás, tampouco saberá olhar para frente”. O ensinamento que nos deixa é para não esquecer que os pioneiros abriram estradas. Aos que vierem compete torná-las cada vez mais transitáveis.
 Entre os colegas de trabalho trazia sempre alegria, com o seu bom humor e gosto para contar algumas piadinhas. Tóffano, deixou gravado em nossas mentes sua imagem de companheiro profundamente humano e leal, trazendo muito orgulhou ao corpo técnico-científico do Instituto Biológico.

  Faleceu no dia, 20 de fevereiro de 1987.

wilson
Insira uma legenda

 

É homenageado com uma escola. ” Assembleia Legislativa decretou a seguinte lei: Passa a denominar – se “Prof. Wilson Brandão Tóffano” a Escola Estadual de 1º Grau do Jardim Campos Elíseos, em Campinas. Palácio dos Bandeirantes, 15 de fevereiro de 1990.” e a uma praça, no bairro Nova Campinas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s