Vultee BT-15

Publicado 11/11/2014 por lcs2308
Vultee BT-15 ainda no Taquaral. Acervo Paulo Sípoli.

Vultee BT-15 ainda no Taquaral. Acervo Paulo Sípoli.

vultee

O engenheiro em telecomunicações Paulo Sípoli, 40, inicia uma campanha para recuperar e trazer de volta para Campinas o avião de guerra Vultee BT-15, que ficava exposto no Parque Portugal (Lagoa do Taquaral) e desapareceu sem deixar rastros, de acordo com ele. Aficionado por aeronaves e miniaturas de carrinhos, motos e caminhonetes, o engenheiro busca, por meio da campanha no seu blog pessoal (www.paulosipoli.blogspot.com), informações sobre o paradeiro da aeronave.

“Acredito que o avião deve estar de volta aos olhos do público, seja exposto em uma praça ou em um museu. Só não pode ficar abandonado ou ser descartado como sucata, afinal é uma máquina antiga, parte da história e assim deve ser preservado”, afirmou. Em dezembro de 80, o Diário Oficial da União publicou a cessão de aeronave tipo Vultee BT-15 à Prefeitura da Campinas para o Parque Taquaral. O avião ficou no parque até 2002, quando a então prefeita Izalene Tiene (PT), devolveu a aeronave para o IV Comando Aéreo Regional (Comar-4). A reportagem do Diário entrou em contato com o Comar e, até o fechamento da edição, não obteve retorno.

Sípoli achou fotos na Internet, datadas de fevereiro de 2010, que mostram a relíquia desmontada em um galpão, em Cotia (SP). No entanto, o fotógrafo Wesley Minuano não soube informar se o avião fotografado por ele é exatamente o mesmo que estava no Taquaral.

“A minha campanha é para saber qual o estado atual do avião e pedir para que tragam ele de volta a Campinas. As pessoas precisam ver esta raridade”, afirmou. Sípoli entrou em contato como Museu da TAM, mas foi informado de que a aeronave não está no local. A Prefeitura de Campinas informou que a última notícia do avião era a de que ele foi devolvido para o Comar-4, e que provavelmente teria sido levado para o Museu de Aeronáutica de Guarulhos, onde ficou sob a tutela da Fundação Santos Dumont. Mas, o museu foi fechado em 2008. A reportagem do Diário também entrou em contato com a Fundação, mas ninguém atendeu ao telefone disponível no site até o fechamento desta edição.

O Vultee BT-15 era um avião para 2 tripulantes, destinado ao treinamento básico de pilotos. Voou pela primeira vez em 1940, sendo o modelo de treinamento mais utilizado pelos Estados Unidos durante a II Guerra Mundial.

Anúncios

9 comentários em “Vultee BT-15

  • Por volta de 1960 mais ou menos, meu pai voava para uma empresa chamada Aerofoto Natividade, e ele voou realizando fotos para construção de estradas (castelo branco) e muito para o nordeste.

    Curtido por 1 pessoa

  • Caro Dionísio,

    Meu nome é Henrique Natividade, tenho 65 anos e sou filho do dono da Aerofoto Natividade (já falecido). Qual é o nome de seu pai? Você tem fotos desse tempo? Do hangar em Congonhas, de aviões daquela época na empresa? Gostaria muito de entrar em contato com você via e-mail, seria possível? No aguardo.

    Curtido por 1 pessoa

  • Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s

    %d blogueiros gostam disto: