Perseu Leite de Barros

O Dr. Perseu Leite de Barros, nasceu nesta cidade, no dia 11 de julho de 1895.

Filho do Capitão Turíbio Leite de Barros (*02.01.1866 + 15.04.1922) e de Júlia Mundt Leite de Barros (*18.09.1867 + 20.11.1954).

Tinha como irmãos: Omar, casado com Lydia Battochio; Nízia, casada com João Carlos Ain; Orlando Max, falecido em 25.05.1968, casado com Alda (Auta?) Fernandes e Turíbio Filho, casado com Dinah Sayão.

Neto paterno de: Antônio Camargo Leite de Barros e Maria Carolina de Arruda Barros;

Neto materno de: Max Georg Friedrich  Mundt e Carolina Augusta Mundt.

 

Perseu L.
Insira uma legenda

 

Iniciou os estudos no Grupo Escolar Francisco Glycério e concluindo no Ginásio do Estado, hoje Culto à Ciência. Já em 1913, com 18 anos, foi cursar Engenharia, na Escola Politécnica de São Paulo, onde se formou em 1919.

Suas atividades profissionais começou na Cia. Paulista de Estrada de Ferro. E em 23 de abril de 1919, casou-se com Francisca (Francisquinha) Bueno Teixeira Leite de Barros, nascida em 01 de março de 1900 e falecida em 07 de fevereiro de 1986, filha de Indalécio Camargo Teixeira e de Francisca Bueno Teixeira.

Deste matrimônio nasceu a única filha: Maria Mathilde Leite de Barros (01.03.1940-03.05.1989).

Perseu, Francisca e Maria Matilde Leite de Barros. Acervo
Perseu, Francisca e Maria Matilde Leite de Barros. Acervo “Maria Cristina Nogueira Teles”

 

Em 1922, ingressou na Repartição de Obras e Aviação (ROV) com o cargo de Diretor juntamente com Mário Ferraris, Armio Cruz, José Celínio Carvalho, Herbert Seiffert Jacob,  Álvaro Rollemberg e Manoel Stomper.

1927 – Foi responsável pela primeira reformulação do Jardim Carlos Gomes.

No ano de 1930, foi nomeado para compor a Comissão que fez levantamento do patrimônio do município, que até então era desconhecido. Em 1931, sugeriu o então prefeito Orosimbo Maia, à criação de Parques/Escolas Infantis, a proposta foi bem aceita e a primeira unidade era situada no local do Centro de Convivência, que era nomeado como Parque Infantil Violeta Doria Lins.

 

Parque Infantil Violeta Dória Lins.
Parque Infantil Violeta Dória Lins.

 

Jornal
Jornal “Diário do Povo”, em o4.04.1954.

 

Em 1934, o Dr. Perseu Leite de Barros, foi nomeado pelo Governador, Armando Salles de Oliveira, Prefeito de Campinas, ficou nesse cargo durante 1 ano, conseguindo colocar em ordem as finanças e o saneamento. Sua preocupação sempre foi o urbanismo, e durante sua gestão o planejamento era uma das prioridades.

Nesse mesmo ano, Dr. Perseu Leite de Barros, determinou que a Rua Irmã Seraphina, fosse desdobrada em duas partes assim, o trecho compreendido a partir da Rua General Osório até a avenida Orosimbo Maia passou a denominar-se Anchieta. O trecho entre a rua Uruguaiana até a General Osório permaneceu com a denominação de Irmã Serafina. Já na administração de Ruy Novaes a rua transformou-se em avenida com a separação das palmeiras centrais do jardim Carlos Gomes mantendo esta configuração até os dias atuais.

 

Francisco Xavier de Andrade Nogueira e família, na Rua Conceição, 608, hoje Edifício Céu Azul, em 1956. Perseu e Francisca, estão na direita, perto do pilar.
Francisco Xavier de Andrade Nogueira e família, na Rua Conceição, 608, hoje Edifício Céu Azul, em 1956. Perseu e Francisca, estão na direita, perto do pilar.

 

Em outras ocasiões voltou a assumir o posto de Prefeito na gestão de 1943 à 1945.  Aposentou-se, no dia 28 de janeiro de 1952, foi homenageado recebendo o título de “Servidor Emérito do Munícipio”. Foi membro da mesa administrativa da Santa Casa/Hosp. Irmãos Penteado, no triênio de 1951 – 1953 / 1957 – 1959/ 1963 – 1965/ 1966 – 1968/ 1975 – 1977/ 1978 – 1980 (por motivos de saúde deu lugar ao irmão,  Luís Edmundo Franchin, este deu lugar ao Gal.  Luiz Felippe Wiedemann).

Ficou internado uma semana no Hospital Beneficência Portuguesa, em consequência de uma crise de pneumonia, faleceu no dia 02 de outubro de 1980, aos 85 anos. Foi sepultado no Cemitério da Saudade, no jazigo 18 e quadra 9. Deixando entre a família e amigos a lembrança de um homem público e honesto, que constantemente dando provas  de competência administrativa.

 09.10.1980, Missa de Sétimo Dia.
09.10.1980, Missa de Sétimo Dia.

 

Perseu e Maria Cristina

Foi homenageado com seu nome a uma Praça, Escola e a um Bairro, na Região Sudoeste de Campinas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s