Armando de Miranda Gomes

Publicado 03/05/2015 por lcs2308

Armando de Miranda Gomes, nasceu em São Paulo, no dia 07 de setembro de 1882.

Depois de formado como farmacêutico, exerceu suas atividades profissionais em várias localidades do Estado de São Paulo. Casou com Francelina Godoy, em Serra Negra, filha do fazendeiro José Américo de Godoy e Da. Francisca da Rocha Godoy(*1852 + 1926).
Permaneceu em Cabras por 10 anos, nessa época em 1911, era o núcleo para onde convergiam várias fazendas por ser a única estação do Ramal Férreo Campineiro. Ali foi proprietário da Farmácia “São Bento” e como farmacêutico se dedicou principalmente ao meio rural.

Acompanhado de médicos estagiários, nas exaltas viagens à cavalo, atendia os doentes. Na falta de médicos, Armando cuidava sozinho dos enfermos, fazendo inclusive pequenas cirurgias.
Nessas visitas constantes às fazendas, ele pode constatar o quanto era deficiente, quase nulo, o ensino primário na região. Como Secretário da Cooperativa Agrícola, abriu inúmeras escolas rurais, contribuindo com seu esforço e dedicação, na alfabetização dos filhos dos colonos, da chamada região de Cabras e Joaquim Egídio.

Em 1921, em Joaquim Egídio, foi proprietário da Farmácia São Joaquim. Em Sousas, abriu a Farmácia São Sebastião, localizada na praça com mesmo nome.
Como jornalista foi correspondente e colaborador do Diário do Povo. Como político sempre foi homem de oposição aos poderosos, motivo pelos quais, teve muitos dissabores, mas nem o aceno das melhores e mais remuneradas posições o fizeram mudar de atitude.

Em Sousas, pertenceu ao diretório do Partido Democrático. Foi árduo patriota e entusiasta pela Revolução Constitucionalista de 1932. Seus filhos: Aristides, Armando e Acésio, casado com Carmen Gasparetti, participaram deste movimento, seguindo para as trincheiras do túnel Vila Queimada e Cruzeiro. Nessa época, estabeleceu-se definitivamente aqui, para educar os filhos.
Foi também um grande filantropo. Nas suas farmácias os pobres nunca deixaram de levar remédios, acompanhada de uma palavra amiga, tendo eles dinheiro ou não.
Faleceu no dia 6 de maio de 1968, aos 86 anos de idade. Foi homenageado com nome de rua, no Jardim Sorirama.

Fontes:

* https://sousasejoaquimegidio.wordpress.com/2011/01/18/armando-de-miranda-gomes/

Anúncios

Um comentário em “Armando de Miranda Gomes

  • Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s

    %d blogueiros gostam disto: