Prof. Sylvio Bueno Teixeira

O mestre Sylvio Bueno Teixeira, nasceu nesta cidade, no dia 22 de Abril de 1909. Filho Sr. Amador (Dodô) Bicudo Teixeira e da Dna. Sylvia Bueno Teixeira.

Tinha como irmãos: * Roberto, casado com Angélica Teixeira; * Beatriz; * Zayra, casada com Luciano Vénere Décourt & * Erasmo, casado com Yolanda de Almeida.

Prof. Sylvio, fez seu curso preparatório no Colégio Atheneu Paulista e no Instituto Moderno de Educação e Ensino em Santa Rita de Sapucaí, em Minas Gerais.

De 1926 a 1928, estudou teoria musical e piano em Campinas, com o maestro João Amaral e violino com o maestro Luiz de Túllio.

Teve como professor de canto em Campinas, o barítono italiano Francesco Prota e canto coral, mestre Primo Sartori.

Sedento de conhecimento e cônscio de sua grande responsabilidade profissional e artística, mestre Sylvio não se limitou às letras nacionais e viajou em 1929 para a Europa à procura de aprimorar seus conhecimentos e estudos pela Itália e Espanha, fazendo seu aprendizado desde 1929 a 1933, estudando matérias correlatas, e em Nápoles, frequentou cursos de dicção e arte cênica.

De retorno ao Brasil com extraordinária bagagem e conhecimento artístico, foi que sendo barítono, realizou em Campinas e em outras cidades do estado, inúmeros concertos profissionais e beneficentes.

Cantou em várias emissoras de rádio, inclusive na rádio Bandeirantes de São Paulo, e foi um dos fundadores da extinta Sociedade ‘Amigos da Arte de Campinas’.

Em 1935, fundou a Escola de Canto e Ortofonia, funcionando em sua residência.

Em 1937, lecionou canto no estúdio Breno Rossi, em São Paulo.

De 1937 a 1938, cantou óperas sobre a batuta de vários maestros famosos.

De 1946 a 1949, lecionou no Conservatório de Jundiaí e foi professor de canto no Instituto Musical Dr. Gomes Cardin em Campinas e no Conservatório de Ribeirão Preto.

De 1949 a 1970, foi professor titular de Técnica Vocal da Universidade Católica de Campinas.

De 1953 a 1968, foi professor de canto no Instituto Adventista de Ensino em São Paulo.

De 1960 a 1961, lecionou no Rio de Janeiro para cantores do Teatro de Ópera do Automóvel Clube do Brasil.

Em 1965, ministrou aulas de canto no Santa Marcelina de São Paulo. De 1965 a 1972, no Conservatório Musical Carlos Gomes de Campinas.
Várias homenagens e condecorações lhe foram outorgadas. Além do título de ser ele o maior Ortofonista do Brasil, recebeu a medalha “José Vieira de Couto Magalhães”, oficializada pelo Governador do Estado de São Paulo e conferida pela Sociedade Geográfica Brasileira. Foi homenageado pelo Rotary de Campinas/Norte, em 19 de Setembro de 1961 e no Campinas/Leste em 02 de Junho de 1975.

Fez inúmeras palestras em entidades importantes, como no Instituto de Fisiologia da Faculdade de Medicina de Campinas e no auditório do Hospital Nossa Senhora das Graças em Curitiba.

Colaborou nos jornais Diário do Povo, Correio Popular, A Defesa, Jornal de Campinas e a comarca de Mogi Mirim. Era membro da Academia Campineira de Letras e Artes ocupando a cadeira número 30, e tinha como patrono José Pedro de Sant’Anna Gomes, irmão do Maestro Carlos Gomes.

Além da sua biografia e destas atividades profissionais, homenagens e títulos recebidos, o ápice da história do mestre Sylvio esta marcado pela valorosa riqueza dos livros que escreveu, fazendo do gabinete de trabalho, como uma câmara de treinamento com valiosas informações a cerca de toda a sua pedagogia de professor.

O livro “A Arte de Cantar” onde ele diz que é a arte das mais lindas e elevadas, ensina com maestria os princípios fisiológicos dentro do sistema vocal benéfico e coloca os resultados da sua longa experiência de ortofonista.

“A voz, a fala e a mente”, livro onde o mestre Sylvio trabalha com vozes e como educá-las, se dedicando à ortofonia estética e terapêutica, com estudos teóricos e práticos da voz e da fala.

Nesse livro mostrando a sutileza de sua sensibilidade, tem o cuidado de estudar as alterações da ordem psíquica e da mente, colocando ensinamentos indispensáveis à valorização da personalidade que irão refletir na voz e na palavra.

Em 1970, o mestre Sylvio lançou o livro “A voz e a fala do surdo congênito” – que é uma obra que merece ser constantemente divulgada, para que o maior número de educadores possa dela utilizar em benefício dos educandos e que trabalham com a linguagem humana.

Publicou “Estudos sobre a voz cantada”, “Problemas da voz e da fala”, “Dificuldades da leitura, da escrita e da fala”, entre outros, na sua intensa atividade jornalística e de consagrado autor.

Sempre devoto à ciência “ortofônica”, por ele chamada, simplesmente maravilhosa, a cultura, a educação, a ciência, a medicina e arte continuavam desenvolvidas na capacidade e devotamento, do idealismo por toda a sua vida.

O que não era muito conhecido no meio artístico era que o mestre Sylvio fazia com maior relevância e humanidade, cuidava com amor, corrigia defeitos de voz e de ouvido e recuperava calos nas cordas vocais. As pessoas que tinham câncer na laringe e após operação ficavam sem a voz. Com um curso, espécie de tratamento que o mestre administrava, era recuperada a voz. Doutor René Penna Chaves, voltou a exercer a profissão após o curso, deixando valoroso testemunho. Muitos de seus discípulos conquistaram o primeiro prêmio em concursos públicos e oficiais.

Entre seus inúmeros alunos, figura uma lista de nomes agradecidos e orgulhosos, dentre eles: Norma Vicente, soprano ligeiro; Nilze Miriam de Araújo Viana, soprano lírico;  Juvenal Santinato;  Dr. Moacir de Almeida Ramos; Arly Gomes Ribeiro, barítono; Henrique Rocha, tenor; Lineu Pastana, barítono;  Alberto Medaljon, baixo; Salvador Caruso, tenor; Jelvys Mareschi, barítono; Marcelino José do Carmo; Rodolpho Caniato; Vicente Monteiro, tenor; José Marialva, tenor;  Niza de Castro Tank, cantora lírica.

Casou-se em 16 de janeiro de 1935, com Ely Apparecida Simões (15.01.1919+02.01.1996), filha de Corina Berrance e Joaquim Simões, pais de Sylvia, Mônica e José.

Mestre Sylvio, faleceu no dia 14 de dezembro de 1991, aos 82 anos, sendo sepultado no Cemitério da Saudade.

 

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s